É evolução? Ou é criação?

15 de junho de 2012

É evolução? Ou é criação?


       “E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a terra. E assim foi. E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie e árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom”; (Gn 1.11,12).

 Regra geral da Ciência: O que não tem comprovação com base científica, não é real!

     No ano de 1859, Charles Darwin publicou o seu livro “A Origem das Espécies”, desenvolvendo-se duas hipóteses principais: (1) Todas as formas presentes de vida se desenvolveram de outras formas primitivas. (2) O processo evolutivo deve ser aplicado pela seleção natural (incluindo a doutrina da sobrevivência do mais apto), operando sobre variações ao acaso (que já é um ateísmo). Os cientistas concordaram com o fato da teoria Evolução, mas eles queriam saber se ela ocorrera realmente e como ocorreu. A teoria da Evolução implica em que “todas as formas de vida” que existem atualmente sobre o planeta Terra são derivadas de uma (ou de muito poucas) formas originais e primitivas de vida. Através de uma série de transformações relacionadas entre si, as quais se originaram todas de forma exclusivamente natural. Tudo o que não se pode ser observado, não é Ciência. A observação é o ponto chave do Cientificismo. O Criacionismo não tem como observar a Criação desde o seu princípio.  

     Pois ninguén filmou ou fotografou o momento em que Deus criou todas as coisas, de quando Ele plantou o Jardim no Éden e formou ao homem. A teoria da Criação portanto não tem base científica (dentro do ponto de vista científico). Mas temos a revelação da Palavra de Deus que não é científica, mas que confirma a sua própria ApologiaA teoria da Evolução defende a Apologia de que a matéria sempre existiu e a auto-capacidade transformou-a em vidas complexas de unicelulares, evoluídos. E que o Big Bang explodiu e deu origem a tudo. So que ninguén filmou ou fotografou o momento da explosão do Big Ben no espaço, quando ela ocorreuO Evolucionismo não tem como observar a evolução da material, nem o Big Bang. Portanto, a Evolução também não é científicaAs evidências na própria natureza determinam se os postulados estão corretos ou não. Criacionistas crêem num Deus que criou todas as coisas e criou tudo perfeito (eu também). Os Evolucionistas acreditam que a matéria se evoluiu e o processo de Evolução ainda contínua. Para entendermos melhor toda essa complexa questão, observaremos as 4 principais leis da Ciência. Essas leis tem total supremacia sobre todas as demais leis ciêntificas. Portanto elas podem atestar a respeito disso, comprovando ou não a Apologia da teoria da Evolução, ou a Apologia da teoria da Criação. A 1ª LEI DA TERMODINÂMICA - Conservação de Energia. Energia não pode ser criada nem destruída. Podendo passar de um estado para outro, mas a quantidade no Universo é sempre a mesma. Se a Evolução é global, energia deveria estar sendo criada, o que fere esta lei, mas não fere a teoria da Criação de que comprova que Deus fez tudo perfeito. A 2ª LEI DA TERMODINÂMICA - O Universo caminha de níveis organizados para níveis cada vez mais desorganizados. A teoria da Evolução diz o contrário, afirmando que o Universo se organiza cada vez mais. Na opinião da teoria da Criação, Deus fez tudo completo, puro e perfeito. Mas o pecado entrou no mundo e o desorganizou. A 3ª LEI DA BIOGÊNESE - Louis Pasteur; foi um cientista francês, químico e medico. Ele comprovou cientificamente que somente um ser vivo pode fazer surgir outro ser vivo semelhante. Como então a teoria da Evolução diz e afirma que da matéria inanimada surgem seres com vida complexos? Matéria inanimada não produz vida. No ponto de vista criacional, um Deus vivo criou todas as criaturas vivas. A 4ª LEI DA CAUSA E DO EFEITO - Nenhum efeito é quantitativamente maior e qualitativamente superior à causa. Como o homem um ser vivo complexo pode ter surgido de uma matéria? Na opinião da teoria da Evolução, a matéria produziu o homem. Se o homem é ou veio da matéria, o efeito é maior do que a causa. Pela Criação, somente um Deus superior, inigualável poderia criar seres inferiores. Temos ainda a questão dos postulados sobre o surgimento de todas as espécies. A apologética da teoria da Criação é de animais e vegetais criados segundo a sua espécie.  “E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a terra. E assim foi. E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie e árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom”; (Gn 1.11,12). “E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus. E Deus criou as grandes baleias, e todo  réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies, e toda ave de asas conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom”; (Gn 1.20,21). 
  
     A apologética da Evolução é que há variabilidade genética com formas de vida transicionais. Ou seja, uma espécie uni-se com uma outra espécie para produzir uma terceira espécie. Bem existe uma lei cientifica para isso também. Essa lei é conhecida como Lei de MendelEm 1865, o austríaco Gregor Mendel. Monge, botânico e cientista. Descobriu o código genético. Conhecido como o pai da genetica, Mendel constatou cientificamente que a característica de uma espécie somente passa para a futura, se codificada no código genético da sua própria espécie. A moderna genética molecular comprovou que a estrutura de cada espécie é única e particular para produzir somente a sua mesma espécie. Espécies diferentes originam-se sem a capacidade de produção e de reprodução. Alguns podem indagar: E as mutações? As mutações são aleatórias, quase sempre produzindo lesões aos organismos e assim, desorganizam e não organizão para estágios mais avançados. As mutações retiram as complexidades do organismo e involuem (processo regressivo de inversão a evolução). Em vez de evoluir, causam Entropia (medida da quantidade de desordem dentro de um sistema). Ou seja, cria a própria desordem dentro de um mesmo sistema. Outros podem também questionarem. E em relação aos fosseis? Bem os fósseis são animais e plantas soterrados que se transformam em rochas e sítios arqueológicos. A Paleontologia é a Ciência que estuda os fósseis de animais e vegetais. Os fósseis (supostamente humanos) mais completos que existem são três: (1) O homem de neanderthal . (2) O homem de cromagno; (3) O homem ábilis. O homem de Neanderthal foi considerado por muito tempo o ancestral do homem. Depois os cientistas descobriram que a única diferença em relação ao homem de hoje é o raquitismo. O homem ábilis, descoberto, sendo mais antigo e completo. Se é evolução, como há um registro fóssil mais antigo do que o outro? Homem de cromagno, a Ciência diz que ele tinha capacidade física mais evoluída e o raciocínio era superior ao do homem atual. Após estes três, surgiram verdadeiras brincadeiras: O homem de Nebrasca (1912) – Usando somente um dente. Osborn, diretor do museu de história dos Estados Unidos, concluiu-se que o dente tinha traços de homem e símio. Em cima de um dente. Osborn conseguiu montar toda uma suposta estrutura humana. O homem de Piltdown (1915) – Tempos depois, descobriram que os dentes eram dentes de uma raça de porco extinta. Os fragmentos eram da mandíbula inferior e superior. A Ciência descobriu que os ossos foram misturados, eram partes de chimpanzé com dentes limados para parecerem dentes humanos. Foram colocados juntos em um mesma mandíbula, através da utilização de processos químicos de envelhecimento. O homem de Pequim (1923) – Ele foi descoberto durante escavações em um local próximo a cidade de Pequim, na China. Outra fraude. Após este último pararam-se as fraudes. Pois o mundo se modernizava dentro do paradigma cientifico. E assim ficou muito fácil de  desmascarar qualquer fraude dentro do próprio sistema. 

     Ainda em relação aos fósseis e os seus métodos de datação? Não existe nenhuma mudança gradual dentro das cadeias dos registros fósseis. Onde estão as espécies transicionais? Bem se existe realmente uma Evolução, onde estão as espécies transicionais nos registros fósseis? Existêm fósseis no mundo inteiro, mas não há espécies de transição entre uma e outra. Por exemplo você ja ouviu alguma notícia de um animal metade baleia e a outra metade de um boi estar sendo exposto em algum museu arqueológico?. Os cientistas descobriram no registro fóssil espécies complexas anteriores a espécies menos complexas. Não há, não existe uma ordem crescente de espécies no registro fóssil. Onde estão as espécies entre protozoários e metazoários? Entre metazoários e invertebrados? Entre invertebrados e vertebrados? Entre peixes e anfíbios? De anfíbio para réptil? De réptil para mamífero? A Evolução é uma doutrina que não foi comprovada, portanto, trata-se apenas de uma crença, baseada sobre conclusões filosóficas em lugar de fatos científicos. A questão da teoria da Evolução não é simplesmente um problema para a Ciência, mas um problema de Filosofia. A Ciência consegue reunir uma certa quantidade de dados, mas não bastam, não são suficientes para provar que  existe ou existiu uma Evolução. Existe uma diferença entre o simples fato de reunir dados e a interpretação dos mesmos, ou chegar a uma conclusão baseada neles. O problema é que os filósofos querem ensinar a teoria da Evolução como uma lei ou um fato científico completamente provado. E como algo que realmente ocorreu, quando na verdade, tudo se reduz a uma teoria científica. A Ciência e os cientistas não aceitam o sobrenatural para origem de todas as coisas. Os fatos reais que se referem à mente e ao espírito do homem, e a sua consciência moral e os seus sentidos dos valores estéticos ou religiosos não concordam com as explicações do Naturalismo.  Assim, como nós os Criacionistas defendemos a Deus como o Criador, os Evolucionistas têm o direito em crer no Naturalismo. O Naturalismo é a doutrina que faz Apologia daquilo que é produzido pela natureza. O Naturalismo cre que qualquer idealização da realidade, vem particularmente no aspecto que o homem resulta da natureza e de suas leis.

     Enquanto a Evolução tenta entender através da razão e de provas, aquilo que nós já entendemos e cremos através da ação do Espírito Santo em nossas vidas! Entender o que? Que Deus criou todas as coisas e as sustentam nas palmas de Suas mãos. Nós entendemos que a vida não é uma obra do acaso! Você sabia que a lua está distante do planeta terra 378.000 km? Se tivesse a 80.000 km, ondas gigantes cobririam os continentes mais baixos 7 x por dia. Se as águas dos oceanos fossem 10 pés (+ ou – 3 metros) mais fundo, o gás carbônico e o oxigênio seriam absorvidos e a vida vegetal não existiria. A inclinação do planeta Terra a um ângulo de 23 graus lhe dá as estações. Se o planeta não tivesse este exato grau de inclinação, os vapores dos oceanos mover-se-iam norte a sul, transformando metade do planeta em continentes gelados. Se a atmosfera do planeta terra fosse mais rarefeita, a terra receberia bombardeios diários de meteoros com velocidade de 45 km por segundo. O sol tem uma temperatura de superfície de 10.000 graus Fahrenheit, e o planeta Terra está distante o bastante para que o sol o esquente só o suficiente! Se o sol desse somente metade de sua radiação atual a congelaria, e se desse mais, a assaria. Se a crosta do planeta terra fosse 10 pés (+ ou – 3 metros) mais espessa, não haveria oxigênio para vida. Não haveria condições de vida se a quantidade do oxigênio da atmosfera da terra, fosse um pouco maior do que a atual. O planeta Terra gira em seu eixo 1.000 milhas (1 milha = 1.609 metros) por hora, se a terra girasse 100 milhas por hora, os nossos dias e noites seriam 10 x mais longos e o sol queimaria toda a vegetação de dia, enquanto a noite longa congelaria metade do planeta. O cérebro é a estrutura mais complexa do Universo. Possui 10 bilhões de células e cada uma delas possui de 10.000 a 100.000 fibras interligadas. Se apenas 1% dessas interligações funcionasse, seria maior que toda a rede de comunicações existente. Bem, se você ainda acredita que tudo foi formado a partir de uma explosão no espaço a milhões de anos. Enfim que você é uma obra do acaso. Você tem mais fé do que eu. Pois eu creio em um Deus Todo Poderoso, o qual através de Sua Criação povou toda a terra. Que Ele criou o mundo animal, vegetal e mineral.  

Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.