Deus cria a partir do nada?

15 de novembro de 2015

Deus cria a partir do nada?

  
    “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele”; (Cl 1.16).

    Deus criou os sistemas, os universos, os planetas, as estrelas, as galaxias, o sol, a lua. O Pai da Eternidade (Kairós) criou o tempo fisico (Chronos). O tempo do homem é composto de anos, estações, meses, semanas, dias, horas, minutos, segundos, milésimos de segundos e a partícula minima do tempo indivisível denominada de momento. “E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra. E assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra”; (Gn 1.14-17). Gênesis é o nome, o vocábulo, a palavra o título pelo qual é conhecido o primeiro livro do Antigo Testamento. O título; Berishith em hebraico ou Gênesis em grego. Significa o começo, o princípio, há origem de tudo. O título sugere que tudo quanto existe foi chamado à vida num determinado ponto da Eternidade.  

COMO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS? 

    O “nada” não pode engravidar a existência”, só a existência pode gerar existência. Nihilo nihil fit” é uma expressão latina que significa "Nada surge do nada". O vocábulo que representa e determina o sentido do “nada” no idioma latim é “Nihil”. O seu significado é literalmente o nada, coisa alguma. Em graus e sentidos diversos o nada é aquilo que se opõe ao ser, ao existir.  O nada portanto é o não ser, o não existir. Existem dois termos em hebraico para definir “criar”. Um deles é o “BARÔ, que significa “cortado para fora”, “saindo de dentro de”. Ou seja, trazer a existência de dentro da Existência. Conforme Deus ia falando “haja” com o poder de Sua  Palavra, Ele trouxe a existência para fora Dele o que já existia dentro Dele mesmo. Uma vez que Deus é a origem de tudo que existe, e sem Ele nada do que existe, existiria. “No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez”; (Jo 1.1-3). Deus não criou todas as coisas aprtir do nada! Não há sequer um único caso na Bíblia em que se constate que houve criação de algo a partir do nada. Nem mesmo nos milagres praticados por Jesus. Ele multiplicou pães a partir de pães existentes, mas não criou pães. Transformou água em vinho, mas não criou vinho. Pôs a orelha de volta na face de Malcon, mas não criou uma orelha nova. Fez cegos verem, mas não criou olhos novos. Qualquer ser humano em sua profissão, sabe que não se pode criar nada do nada. Deus não estava à toa em Sua Eternidade, sem nada para fazer e de repente, em um belo momento na Eternidade, Ele resolveu criar todas as coisas. Um bom carpinteiro precisa de um projeto para fazer uma simples cadeira. Imagine a Deus com a Sua mente eterna, com a Sua multiciência e eterna sabedoria, criar todas as coisas do nada. Deus criou todas as coisas de acordo com um projeto eterno. Arquitetado, projetado, fabricado e construído por Ele mesmo. Deus é a causa primária de tudo o que existe. Porque se Deus tivesse criado tudo do nada, nada passaria a ser a fonte de tudo. E a fonte de todas as coisas é Deus.

DEUS CRIOU "FORMOU" O HOMEM! 

    “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”; (Gn 2.7). Na criação do homem, o termo hebraico para o verbo “criar” usado por Deus foi o segundo termo o  “ASAH” que significa: “formar usando uma matéria prima pré-estabelecida”; no caso específico do homem, foi utilizado o pó da terra. Deus formou o homem do pó da terra (carne é pó e para a terra voltará). "e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu”; (Ec 12.1-7). O homem foi feito alma vivente pelo fôlego de vida, através do “ruach”.  “Pois possuíste o meu interior; entreteceste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado, e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas, as quais iam sendo dia a dia formadas, quando nem ainda uma delas havia. E quão preciosos são para mim, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles”; (Sl 139.13-17). O homem foi feito, formado, criado de forma especial e maravilhosa. Deus formou o seu corpo no ventre da sua mãe. Foi Deus que te deu a consciência e a mente que você tem. Para criar todas as coisas Deus abriu a Sua boca e disse "haja". “No princípio, criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus Haja luz. E ouve luz”; (Gn 1.1-3). Com o poder da Sua Palavra, tudo passou a existir no mundo físico. Mas todas as coisas não sairam do nada, não vieram do nada. Tudo passou a existir saindo de Dentro da Própria Existência. Ou seja, Dele mesmo. Entenda: Tudo saiu de Deus! Mas no caso do homem, Deus não disse "haja", Ele formou ao homem, Ele utilizou as Suas próprias  Mãos.   
   
Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.