Quais são as virtudes que nunca cessam?

15 de fevereiro de 2017

Quais são as virtudes que nunca cessam?


     “Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses, em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: graça e paz tenhais de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações, Lembrando-nos sem cessar da obra da vossa fé, do trabalho da caridade (esforço do amor, em outras versões) e da paciência (perseverança, em outras versões)  da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, diante de nosso Deus e Pai, sabendo, amados irmãos, que a vossa eleição é de Deus;  porque o nosso evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis quais fomos entre vós, por amor de vós. E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo”; (1 Ts 1.1-6).

   Virtude é uma qualidade moral particular. Termo que também esta relacionado com a força, a coragem, o poder de agir, a eficácia é a disposição de uma pessoa na qualidade de praticar o bem. Não sendo apenas uma característica, trata-se de um hábito. Portanto virtudes são todos os costumes essenciais que levam uma pessoa ao caminho de praticar o bem, revendo o conceito de conduta, a qual exige uma adaptação perfeita entre os princípios morais e a vontade humana em submissão a verdade absoluta de Deus.

    Lembrando que o hábito é pessoal, íntimo. É a maneira de viver; modo constante de comportar-se, de agir que uma determinada pessoa aprende e repete frequentemente, sem pensar como deve executá-lo.  O hábito difere do instinto, que é um comportamento inato, não aprendido. O costume é coletivo. Ou seja, é a maneira cultural de uma sociedade manifestar-se. A partir da repetição, constituem regras que, embora não escritas como as leis, tornam-se observáveis pela própria constituição de fato da vida social de uma comunidade. QUAIS SÃO AS TRÊS VIRTUDES QUE NUNCA CESSAM? – O apóstolo Paulo cita a fé, a esperança e o amor. Porém ao escrever para a Igreja de Tessalônica, o apóstolo Paulo explica essas três virtudes de uma forma diferente em relação ao que antes ele escreverá na 1ª epístola aos coríntios (Igreja de Corinto). E também na epístola aos Romanos (Igreja de Roma). Aos tessalonicenses o apóstolo paulo além de mencionar as palavras, ele coloca a forma, a maneira, o jeito, o trabalho em ação de como essas virtudes em si operam. (1ª) A obra da vossa fé. (2ª) O trabalho da caridade (esforço do amor). (3ª) A paciência (perseverança) da esperança. A OBRA DA VOSSA FÉ – Paulo coloca a fé como a que faz a obra. Ele explica com exatidão aquilo que nós já sabemos ou deveriamos já saber em relação as obras. Porque na realidade quanto ele se refere a obra da fé. Na verdade ele quer que nos entendamos que há, que existe um sentimento profundo dentro de nós. O qual nós faz entender ou esperar as coisas acontecerem e cairem do céu. Muito pelo contrário ele diz que a fé requer uma atitude, a fé requer uma ação! A sua fé esta operando junto com você! Você tem um projeto, um propósito, uma meta. Você esta trabalhando pela fé para que essa obra aconteça! Você não cruzará os braços e esperará as coisas virem do Céu somente, haverá uma atitude em fé. O TRABALHO DA CARIDADE (ESFORÇO DO AMOR) – A profundidade dessa explicação. Eu saber que eu posso amar sem me esforçar. Eu entender que eu posso expressar o meu amor sem nenhum esforço! Nenhum esforço para perdoar! Nenhum esforço para procurar entender! Nenhum esforço para compreender! As vezes você abraça uma pessoa ela esta presa, cheia de traumas emocionais. A pessoa recebe o seu abraço como uma barreira ao seu amor. Nessa hora tem que ter, nesse momento tem que haver o esforço no nosso amor! Você comprimenta a pessoa com um aperto de mão, ela aperta a sua mão igual aqueles alicates de torneiro mecânico. É necessário esforçar o amor!

     A PACIÊNCIA (PERSEVERANÇA) DA ESPERANÇA – Não adianta eu hoje dizer espero e amanha eu não espero mais! Não adianta uma pessoa dizer que espera a obra de Deus em sua família, ministério, trabalho. E ao passar do tempo, essa mesma pessoa achar que Deus esqueceu dela. Dizer que Deus não irá mais realizar! O apóstolo Paulo esta nos ensinando através da Palavra a perseverar, ter paciência na esperança  de esperar!     Tem pessoas que so basta uma palavra, uma noticia, um momento! E lá se foi a esperança! Deus é comigo hoje, amanhã e depois de amanhã e depois de amanhã.... “Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência, e a experiência, a esperança.  E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado”; (Rm 5.1-5). SE EU PRATICAR ESSAS TRÊS VIRTUDES, O QUE ACONTECERÁ? – “Porque o nosso evangelho não foi a vós somente em palavras, mas também em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza, como bem sabeis  quais fomos entre vós, por amor de vós”; (1 Ts 1.5).

     9 conseguências que acontecem,ocorrem quando essas três virtudes são praticadas! (1ª) SOMENTE EM PALAVRAS  – O Evangelho não é somente falado, tem  que ser vivido). (2ª) TAMBÉM EM PODER  – O Evangelho quando é vivido acontecerão milagres, sinais. (3ª) NO ESPÍRITO SANTO  – Ele é o responsavél por tudo o que acontece em nossas vidas. (4ª) MUITA CERTEZA, COMO BEM SABEIS – Existe uma plena convicção, há provas. (5ª) QUAIS FOMOS ENTRE VÓS – Acontece o exemplo, a ação, a atítude, o compromisso. (6ª) POR AMOR DE VÓS  – Ocorre, acontece o resultado final pelo qual o Evangelho é pregado, ministrado. O amor pelas almas! “E vós fostes feitos nossos imitadores, e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo”; (1 Ts 1.6). (7ª) E VÓS FOSTES FEITOS NOSSOS IMITADORES  – A pessoa que recebe o Evangelho da forma certa, da forma vivida, passa a querer ser igual a quem a evangelizou. (8ª) RECEBENDO A PALAVRA EM MUITA TRIBULAÇÃO  – A pessoa que esta em tribulação, passando por lutas quando escuta as boas novas, ela aceita! (9ª) COM GOZO DO ESPÍRITO SANTO  – Não importa o que esta acontecendo comigo eu quero este Cristo na minha vida. Alegria do Espírito Santo!

Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.