Temos achado esta túnica?

15 de março de 2016

Temos achado esta túnica?


     “E enviaram a túnica de várias cores, e fizeram levá-la a seu pai, e disseram: Temos achado esta túnica; conhece agora se esta será ou não a túnica de teu filho. E conheceu - a, e disse: É a túnica de meu filho; uma besta-fera o comeu; certamente foi despedaçado José”; (Gn 37.32,33)

   TÚNICA DE DESTAQUEJacó começou a fazer uma túnica de destaque. Naquela época era trabalhoso fazer uma túnica colorida. Eu descubro algo novo na vida de Jacó, que ele também era alfaiate, costureiro. O processo era artesanal, apartir do pano branco e que se criava as outras cores. Todos observavam a Jacó fazendo aquela túnica. Os servos, amigos, filhos e mulheres. Todos observando aquele processo de feitio daquela túnica colorida. E cria-se uma expectativa: De quem será a túnica? Para quem é a túnica? Alguém pergunta. Jacó é para o senhor? Ele responde: Não, é para o filho que eu mais amo! Criou-se uma expectativa entre os os 11 filhos de Jacó (Benjamim não havia nascido ainda). A túnica de certa forma foi um basta para os irmãos de José, por que ele já tinha problemas sérios com eles. “E José trazia má fama deles ao seu pai”; (Gn 37.2c). Antes de José ganhar a túnica de destaque: “José apascentava as ovelhas com seus irmãos”; (Gn 37.2a). Depois de José ganhar a túnica de destaque: “Os seus irmãos, aborreceram-no, e não podiam falar com ele pacificamente”; (Gn 37.4). Antes da túnica eles esperavam a José, apascentavam junto com ele, e agora, depois da túnica eles não o esperam mais. Eles iam apascentar sem a presença de José. Iam somente eles! 

Aquela túnica de destaque passou a ser causa de ódio e rancor para os irmãos! Tudo isto porque eles descobriram que o seu pai o amava mais do que a eles. Agora eles não têm mais comunhão com José e não conseguem falar com José pacificamente.Uma túnica de destaque não é para qualquer pessoa. Se você não quer ser perseguido, injuriado, caluniado, murmurado, blasfemado. Não seja destaque! Viva no anonimato. Não seja ninguém, não faça nada! Agora se você tem uma túnica colorida de várias cores, uma túnica de destaque. Comece a aprender a viver mediante as situações. Antes quando ninguém te conhecia, você não se destacava, ninguém se quer dizia ou sabia o seu nome. Hoje falam mal de você! Aprenda uma coisa em nome de Jesus. Todos que se destacam passam por sofrimentos e tribulações! Não quer enfrentar lutas? Então não seja destaque! “E seus irmãos foram apascentar o rebanho de seu pai, junto a Siquém”; (Gn 37.12). Em um dia normal Jacó acordou e perguntou para José: Meu filho amado, cade os seus irmãos! José respondeu, não sei meu pai, quando acordei, eles já tinham saido para apascentar o rebanho. Mas porque eles não te levaram? Não sei pai!

     “E ele lhe disse: Ora vai, vê como estão teus irmãos, e como está o rebanho, e traze-me resposta. Assim, o enviou do vale de Hebrom, e José veio a Siquém. E achou-o um varão, porque ele andava errado pelo campo, e perguntou-lhe o varão, dizendo: Que procuras? E ele disse: Procuro meus irmãos; dize-me, peço-te, onde eles apascentam. E disse aquele varão: Foram-se daqui; porque ouvi-lhes dizer: Vamos a Dotã. José, pois, seguiu seus irmãos, e achou-os em Dotã. E viram-no de longe (reconheceram que era José por causa da túnica, que de longe chamava a atenção) e, antes que chegasse a eles, conspiraram contra ele para o matarem”; (Gn 37.14-18). Qual foi a primeira coisa que os irmãos de José fizeram com ele quando ele chegou até eles? “E aconteceu que, chegando José a seus irmãos, tiraram a José a sua túnica, a túnica de várias cores, que trazia”; (Gn 37.23). Tudo foi feito por causa da túnica! Repare que é citado a túnica por duas vezes. Repita comigo: Tiraram de José a sua túnica. Toda esta confusão, luta e tribulação que esta acontecendo em tua vida é por que você agora é um destaque, tudo isto é somente porque você começou a se destacar! O triste é que não foi alguém de fora, são os próprios irmãos! Eles conseguiram tirar a túnica de José! Podem te tirar a tua túnica, mas não tiraram de ti as promessas de Deus sobre a tua vida! A túnica só serve em você, ela não funciona em outra pessoa! Eu não consigo entender! Não tem como outra pessoa usar a sua túnica! Não vai dar certo! Esta claro que não serve, esta na cara que o tamanho, as medidas, o manequim é diferente. Mas a pessoa quer usar, que fazer. Não é a área da pessoa, ela não vai saber fazer. “E tomaram-no, e lançaram-no na cova; porém a cova estava vazia, não havia água nela. Depois assentaram-se a comer pão; e levantaram os olhos, e olharam, e eis que uma companhia de ismaelitas vinha de Gileade; e seus camelos traziam especiarias e bálsamo e mirra, e iam levar isso ao Egito. Então, Judá disse aos seus irmãos: Que proveito haverá que matemos a nosso irmão e escondamos a sua morte? Vinde e vendamo-lo a estes ismaelitas; e não seja nossa mão sobre ele; porque ele é o nosso irmão, nossa carne. E seus irmãos obedeceram. Passando, pois, os mercadores midianitas, tiraram e alçaram a José da cova, e venderam José por vinte moedas de prata, aos ismaelitas, os quais levaram José ao Egito”; (Gn 37.24-28). Os midianitas venderam José aos ismaelitas que o levam para o Egito. Qual o próximo passo dos irmãos de José? Enviar a túnica para Jacó. “E enviaram a túnica de várias cores, e fizeram levá-la a seu pai, e disseram: Temos achado esta túnica; conhece agora se esta será ou não a túnica de teu filho. E conheceu - a, e disse: É a túnica de meu filho; uma besta-fera o comeu; certamente foi despedaçado José”; (Gn 37.32,33). Jacó reconheceu a túnica: Esta é a túnica de destaque que eu fiz para o meu filho amado José! E deduziu que uma fera o comerá, pois havia sangue na túnica. Meu filho morreu! Enquanto isto José ia para a casa de Potifar no Egito!
  
     “E José foi levado ao Egito, e Potifar, eunuco (oficial) de Faraó, capitão da guarda, varão egípcio, comprou-o da mão dos ismaelitas que o tinham levado lá. E o Senhor estava com José, e foi varão próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. Vendo, pois, o seu senhor que o Senhor estava com ele e que tudo o que ele fazia o Senhor prosperava em sua mão, José achou graça a seus olhos e servia-o; e ele o pôs sobre a sua casa e entregou na sua mão tudo o que tinha. E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo o que tinha, o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do Senhor foi sobre tudo o que tinha, na casa e no campo. E deixou tudo o que tinha na mão de José, de maneira que nada sabia do que estava com ele, a não ser do pão que comia. E José era formoso de aparência e formoso à vista”; (Gn 39.1-6). José! Pois não Jeová? Onde esta a sua túnica de destaque? Meus irmãos me tomaram. Então recebe uma nova. Recebe a TÚNICA DA CONFIANÇA. O diabo não ficou feliz! Ele convoca uma reunião com os seus demônios e recebe opiniões. O demônio da pombajira! Diz já sei! Vamos usar a mulher de Potifar, ela já é nossa mesmo, já esta de olho em José desde a feira de escravos! “E aconteceu depois destas coisas que a mulher do seu senhor pôs os olhos em José, e disse: Deita-te comigo. Porém ele recusou e disse à mulher do seu senhor: Eis que o meu senhor não sabe do que há em casa comigo, e entregou em minha mão tudo o que tem. Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, porquanto tu és sua mulher; como pois faria eu este tamanho mal e pecaria contra Deus? E aconteceu que, falando ela cada dia a José, e não lhe dando ele ouvidos, para deitar-se com ela, e estar com ela (José quando via a mulher de Potifar, acrescentava um botão a mais na túnica), sucedeu, num certo dia, que veio à casa para fazer seu serviço; e nenhum dos da casa estava ali; E ela lhe pegou pela sua veste, dizendo: Deita-te comigo. E ele deixou a sua roupa na mão dela, e fugiu, e saiu para fora”; (Gn 39.7-12)José só venceu porque ele fugiu. Se ele não foge eu não estaria relatando esta passagem bíblica para você! O diabo usou os próprios irmãos de José para tirarem e ficarem com a túnica de destaque. Agora o diabo usa a mulher de Potifar para tirar e ficar com a túnica da confiança. Como profeta de Deus eu te digo: Tem hora que a vitória esta no fugir, fuja da aparência do mal. Fuja enquanto é tempo! Não encare. Observe a astúcia do inimigo. “Chamou aos homens de sua casa, e falou-lhes, dizendo: Vede, trouxe-nos o varão hebreu para escarnecer de nós; entrou até mim para deitar-se comigo, e eu gritei com grande voz. E aconteceu que, ouvindo ele que eu levantava a minha voz e gritava, deixou a sua veste comigo, e fugiu, e saiu para fora. E ela pôs a sua veste perto de si, até que o seu senhor veio à sua casa”; (Gn 39.14-16). 

     Potifar chega em casa é a notícia já tinha espalhado. José estava sem moral nenhuma! Foi parar na cadeia. Nem tudo que parece ser verdade é verdade! Talvez um disse-se: Esta carinha de santo, nunca me enganou. Agarrou a mulher de Potifar! Outro disse-se: Também sozinho com ela em casa. Este José cuidou bem mesmo em, queria dar um trato até na mulher do patrão! Possivelmente estes eram os comentários! Em quem Potifar iria acreditar? Em José ou em sua mulher? Aconteceu uma coisa que merece o seu glória a Deus! Potifar gostava muito de José, porque ele tinha poder para mandar mata-lo e ele assim não o fez. Somente o prendeu. José vai parar no cárcere (prisão, cadeia). “E o senhor de José o tomou e o entregou na casa do cárcere, no lugar onde os presos do rei estavam presos; assim esteve ali na casa do cárcere”; (Gn 39.20). As circunstâncias eram todas desfavoráveis. Despido, jogado na cova, vendido, escravo, seduzido e agora na prisão. Senhor que tribulação! Talvez não fosse para mim, talvez fosse para outro ministro. José foi enviado para o cárcere a onde ficavam os prisioneiros do rei. Havia três cárceres e José foi mandado para o cárcere que ficava embaixo do palácio de faraó. José! Fala Jeová! Onde esta a sua túnica da confiança? Também me tiraram Jeová. Então recebe outra nova. Recebe a TÚNICA DA AUTORIDADE“E o carcereiro-mor entregou na mão de José todos os presos que estavam na casa do cárcere; e ele fazia (ordenava) tudo o que se fazia ali”; (Gn 39.22). José abria e fechava. Coisa humilhante é cristão sem autoridade. Mas graças a Deus existe cristão cheio de autoridade! Do cárcere que ficava embaixo do palácio Deus somente da uma viradinha e joga no trono. A autoridade de Deus, ninguém tira de você!  Você tem que aprender a exercer autoridade para receber a última túnica a mais importante. José recebeu a TÚNICA DA LIDERANÇAJosé tinha 17 anos quando foi vendido para o Egito. “... sendo José de dezessete anos...”; (Gn 37.2). E tinha 30 anos quando foi constituído governador por Faraó. “E José era da idade de trinta anos quando esteve diante da face de Faraó, rei do Egito”; (Gn 41.46). Por 13 anos o diabo tentou acabar com a vida de José. Tirou a túnica de destaque, também conseguiu tirar a túnica da confiança. Mas não conseguiu tirar a túnica da autoridade e muito menos a túnica da liderança. “Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo, somente no trono eu serei maior que tu”; (Gn 41.40). 

Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.