O que é "Kairós" Eternidade?

15 de maio de 2017

O que é "Kairós" Eternidade?

  
     “Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-poderoso”; (Ap 1.8).

     A Eternidade (kairós) é composta de três dimensões; Era, É e Há de vir. A dimensão “É” que é o presente da Eternidade, esta contido o passado, presente e futuro do homem. Deus se move no “É”, o presente da Eternidade. Deus não se move no tempo do homem, é muito pequeno e limitado para Ele. A diferença entre Eternidade de Deus e o tempo (chronos) do homem é de 1 por 1000. Esta comporação é somente para o nosso raciocinio de entendimento humano. Afinal, Eternidade é Eternidade, não existe comparação de período e espaço para algo que é eterno! Na Eternidade já esta consumado. No “É” de Deus todas as coisas já são e estão patentes, já aconteceram! É – É o presente da Eternidade, nesta dimensão esta contido o tempo humano. Era – Foi o passado da Eternidade, a queda de Lúcifer e 1/3 dos anjos. Há de vir – É o futuro da Eternidade, a consumação de todas as coisas. Quando foi criado o tempo físico para o homem? “E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra. E assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra”; (Gn 1.14-17). 

    Observação: Dos versículo 1 a 13, do 1º capítulo do Livro de Genesis trata-se de Eternidade, não existia ainda o tempo físico! O chronos iniciou-se apartir do versículo 14. A terra realizou os seus primeiros movimentos, apartir desses movimentos ocorreu o tempo físico (chronos). TRANSLAÇÃO – É o movimento da terra realizado ao redor do sol, leva 365 dias e 6 horas. É definido como o movimento elíptico que a terra realiza ao redor do sol. O movimento elíptico, juntamente com o eixo de rotação da terra, é responsável pelas estações do ano. ROTAÇÃO – É o movimento da terra em torno de seu próprio eixo. O período de tempo que leva para girar 360 graus (uma volta completa) dura 23 horas, 56 minutos e 4,9 segundos. Nesse período a terra completa uma volta em torno de um eixo que une o Pólo Sul ao Pólo Norte. O movimento de rotação da terra é que explica e determina a existência dos dias e das noites. SOL – Está a cerca de 150 milhões de quilômetros da terra. A massa do sol é 330.000 vezes maior que a terra. LUA – Está a cerca de 380.000 quilômetros da terra. A lua tem ¼ do diâmetro (3,6) da terra. A lua é um satélite natural, que completa uma volta em torno da terra a cada 27, 3 dias.Deus vive e se move na Eternidade, quando Ele se adentra no tempo do homem, Ele traz a Sua Eternidade junto com Ele: “Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite”; (Sl 90.4). “Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia”; (2 Pe 3.8). “Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade”; (Is 57.15a). “E os quatro animais tinham cada um, respectivamente, seis asas e, ao redor e por dentro, estavam cheios de olhos; e não descansam nem de dia nem noite, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo poderoso, que era, e que é, e que há de vir”;   (Ap 4.8). 

João o evangelista, no Livro de Apocalipse, foi arrebatado em espírito até a dimensão “É” o presente da Eternidade. João foi tirado, ele saiu do tempo humano (chronos) e entrou na Eternidade (kairós) a onde esta contido o nosso passado, presente e futuro. Ele viu acontecimentos no futuro, no passado e presente, alguns não aconteceram ainda no nosso tempo, mas já aconteceram na Eternidade. “E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão; e batalhavam o dragão e os seus anjos, mas não prevaleceram; nem mais o seu lugar se achou nos céus”; (Ap 12.7,8). João estava junto com os discípulos no momento em que Jesus ascendia-se aos céus: “E quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos”; (At 1.9).  No Livro de Atos, João viu uma nuvem receber a Jesus e ocultar a sua visão! No Livro de Apocalipse ele pode ver o que aconteceu a Cristo exatamente após ele ter ascendido aos céus. Ou seja, ele viu a continuação do que aconteceu após Jesus ter sido recebido pela nuvem. Deus o levou em Espírito a Sua Eternidade. (João estava exilado na ilha de Patmos no ano de 90 d.c).  Considere que o ano da forma atual iniciou-se no nascimento de Jesus. Ou seja, Jesus morreu aos 33 anos e 57 anos depois de sua morte se refere a este momento de exilio de João (33+57=90). “E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre. Amém. Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim! Amém! Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso. Eu, João, que também sou vosso irmão, e companheiro na aflição, e no reino, e na paciência de Jesus Cristo, estava na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de Deus, e pelo testemunho de Jesus Cristo. Eu fui arrebatado em Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia: O que vês, escreve-o num livro”; (Ap 1.5-11). 

     Deus já havia levado outro homem até a Sua Eternidade, para presenciar este mesmo momento ao qual o apóstolo João presenciou. O profeta Daniel também teve esta mesma revelação em visão. Daniel viu Deus assentado no Seu trono “O Ancião de Dias”; e de Jesus   “o filho do homem” sendo glorificado. Como pode ser isto? Como o profeta Daniel poderia ter visto a Jesus Cristo, sendo que Jesus não havia ainda se manifestado em Sua Teantropia (encarnação). O corpo físico de Jesus ainda não tinha sido gerado no ventre de Maria, pelo Espírito Santo“Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um ancião de dias se assentou; a sua veste era branca como a neve, e o cabelo da sua cabeça como a limpa lã; e seu trono, chamas de fogo, e as suas rodas dele, fogo ardente. Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e milhões de milhões estavam diante dele; assentou-se o juízo, e abriram-se os livros. Então, estive olhando, por causa da voz das grandes palavras que provinha da ponta; estive olhando até que o animal foi morto, e o seu corpo desfeito, e entregue para ser queimado pelo fogo. E, quanto aos outros animais, foi-lhes tirado o domínio; todavia foi-lhes prolongada a vida até certo espaço de tempo. Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino único que não será destruído”; (Dn 7.9-14). Jesus pode se revelar no “É” o presente da Eternidade (passado, presente e futuro do homem). Os Seus dias não têm princípio nem fim. Para Jesus não há passado, presente ou futuro, todo o tempo é presente. Em qualquer instante, Ele é o grande YHWH “EU SOU O QUE SOU”. “E eis uma como semelhante aos filhos dos homens, me tocou os lábios; então abri a minha boca, e falei, e disse àquele que estava em pé diante de mim: Senhor meu, por causa da visão sobrevieram-me dores, e não me ficou força alguma. Como, pois, pode o servo do meu Senhor falar com o meu Senhor? Porque, quanto a mim, desde agora não resta força em mim, e não ficou em mim fôlego”; (Dn 10.16-17). Daniel ficou confuso com a revelação em visão que ele recebeu da parte de Deus! Ele não entendeu nada! Deus eu conheço? Mas quem é este outro Senhor? Como pode o servo deste SENHOR falar com aquele meu SENHOR?  Ele não teve o entendimento que naquele momento ele estava recebendo a revelação em visão da 1ª Pessoa da Divindade (Pai), conversando com a 2ª Pessoa da Divindade (Filho). O impacto da revelação espiritual foi tão grande para o entendimento humano de Daniel, que ele perdeu as suas forças físicas. Nós estaremos juntos com Ele por toda a Eternidade. O veremos assim como Ele é!

Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.