Se te fatigas? O que farás?

15 de maio de 2014

Se te fatigas? O que farás?


   “Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, que farás na enchente do Jordão?”; (Jr 12.5). 

    Muitas pessoas cansadas, pensando em desistir, desanimadas. Esqueceram-se das promessas de Deus, estão impacientes, sem paz e sem equilíbrio. Isto é um grave perigo. A impaciência gera nervosismo, precipitação e desespero. “Se te fatigas...”; (Vs 5a)Fatigas (fadiga): Quem tem ou denota cansaço; Desistência; Desanimo. É comprovado que 95% das nossas preocupações somente ocorrem no âmbito psiquico. Ou seja, na nossa mente.  Todas as vezes que uma pessoa colocar o seu coração, a sua confiança pautada em algo ou alguma coisa que não seja em prol da família, amigos, sociedade e do Reino de Deus. Provavelmente entrará em cansaço e fadiga.  Muitas pessoas procurando sucesso pessoal sem respeitar as regras básicas da sã doutrina Cristã. “... correndo com homens que vão a pé...”; (Vs 5b). Homens que estão no mesmo nível. Na mesma situação, na mesma altura, no mesmo estado, no mesmo plano, na mesma qualidade. Pessoas que andam comigo, pessoas que andam contigo. Se nós estamos deixando situações corriqueiras dessa vida ou pessoas normais iguais a nós nos cansarem é porque estamos no mesmo nível delas. Nós temos que superar esse nível, tem que haver superação de limites. Há certos limites em nossas vidas que nos são impostos, até podemos ajustá-los, mas não impedi-los. 

    Mas, também há limites que nós mesmos impomos e que podem ser superados: Por exemplo: Preguiça (não é sinônimo de cansaço), comodismo, desmotivação, falta de vontade e desistência. Deus esta nos conscientizando que se nós não superarmos essas coisas estabelecidas no mundo natural, como poderemos  enfrentar os desafios que existem dentro do propósito sobrenatural. “... como poderás competir com cavalos?”; (Vs 5c). Como eu e você faremos ou agiremos quando chegarem às coisas maiores? É uma comparação absurda não é mesmo? Imagine uma pessoa em uma linha reta disputando uma corrida com um cavalo?  Logicamente o cavalo vai vencer. O símbolo de “cavalo” na Bíblia Sagrada representa: Força, rapidez, agilidade, robustez e coragem. No paradigma das Ciências Humanas (Psicologia, Filosofia, Neurolinguística) o cavalo é representação de brutalidade, violência, impetuosidade de desejos e impulsos instintivos que motivam o homem. Simbologia de ventos, fertilidade, paixões, emoções e vaidades. Se nós não controlamos as coisas simples, ao nosso nível (vão a pé) o que faremos com as situações difíceis (estão a cavalo). Como é possível correr mais rápido que cavalos? A resposta é: Entrando na dimensão do sobrenatural. Como Deus vai nos confiar grandes coisas se no pouco (que até homens ímpios e carnais conseguem fazer) nós não estamos realizando. Temos que compreender que um nível espiritual mais alto esta reservado para as nossas vidas. Correr com os que vão a cavalo. Para que isso aconteça seremos exigidos ao nosso extremo, atitudes maiores serão requeridas de nós. Precisamos nos preparar para competir com aqueles que vão a cavalo. Deus quer nós levar a um nível espiritual mais elevado. “Se tão somente numa terra de paz estás confiado ...”; (Vs 5d). Tem pessoas que somente são equilibradas e alegres no período da bonança e felicidade. Começa a aparecer algumas lutas e problemas. Pronto, perdem a paz e a alegria. Tem que ter equilíbrio. Tem áreas que eu e você conseguimos dominar, mas e as outras áreas nas quais eu e você não temos domínio, como nós reagimos? O Segredo é a paz de Deus, a qual é a nossa força nos momentos de adversidade.

     “... que farás na enchente do Jordão?”; (Vs 5e). Enchente representa: Tribulações, provas, tentações, dificuldades. O rio Jordão “Nehar hayarden” (hebreu), “Nahr al-urdun” (árabe), é um importante rio que forma a fronteira natural entre Israel e a Jordânia. O significado da palavra Jordão em hebraico é: Aquele que desce; lugar onde se desce. O rio Jordão contém em sua hidrografia áreas de águas calmas cruzando regiões desérticas e também áreas com grandes correntezas, cachoeiras e cascatas. O rio Jordão não é um rio comerciável, justamente por causa de sua hidrografia. Existem  momentos de calmaria, mas também existem momentos de agitação. Após uma correnteza, existem sequencias de cachoeiras e cascatas. Levantou-se de uma, caiu na outra, levanta novamente e se prepara para a próxima. O que farás? Faça a sua parte dentro do que é possível para você fazer, dentro daquilo que você pode agir, realizar. Quando em você não restar mais forças e acabarem todas as suas alternativas, é porque não depende mais de você. Bem,  nesse caso, nessa situação é porque deixou de ser possível. Passou a ser o impossível. E nesse nível, somente Deus é quem pode trabalhar. 

Medite e reflita neste próximo texto biblico! 

   "Eis que ensinaste a muitos e esforçastes as mãos fracas. As tuas palavras levantaram os que tropeçavam, e os joelhos desfalecentes fortificastes. Mas agora a ti te vem, e te enfadas; e tocando-te a ti, te perturbas. Porventura, não era o teu temor de Deus a tua confiança, e a tua esperança a sinceridade dos teus caminhos?"; (Jó 4.3-6).

Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.