O que foi a Dispensação do Mistério?

15 de setembro de 2015

O que foi a Dispensação do Mistério?



     “Ora, àquele que é poderoso para vos confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus Cristo, conforme a revelação do mistério que desde tempos eternos esteve oculto, mas que se manifestou agora e se notificou pelas Escrituras dos profetas, segundo o mandamento do Deus eterno, a todas as nações para obediência da fé”; (Rm 16.25,26). 

A dispensação do mistério foi o governo do Pai, da criação até a encarnação. “E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos, esteve oculto em Deus, que tudo criou; para que, agora, pela Igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades no céu”; (Ef 3.9,10). 

Esta dispensação era dividida em duas fases: (1ª) O Mistério OcultoTeofania, o Anjo do Senhor, o Senhor dos Exércitos. (2ª) O Mistério ReveladoTeantropia, a encarnação do Verbo, o Logos veio como homem na Pessoa de Jesus. Este mistério nos foi revelado na Pessoa de Jesus Cristo.  “O mistério que esteve oculto desde todos os séculos e em todas as gerações e que, agora, foi manifesto aos seus santos; aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória”; (Cl 1.26,27). 

  “Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios, se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus, que para convosco me foi dada; Como me foi este mistério manifestado pela revelação como acima, em pouco, vos escrevi,  pelo que, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo, o qual, noutros séculos, não foi manifestado aos filhos dos homens, como, agora, tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas, a saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo evangelho” ; (Ef 3.1-6). Deus escondeu este mistério na Eternidade e o revelou somente para a Sua Igreja. “Todavia, falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; a qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória”; (1 Co 2.6-8). 

“Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus”; (1 Co 2.10). Depois de ser revelado para a Igreja! Este mistério que agora não é mais oculto para nós, é também revelado para “todos” os anjos.  “E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Aquele que se manifestou em carne foi justificado em espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo e recebido acima, na glória”; (1 Tm 3.16). “O qual está a destra de Deus, tendo subido ao céu, havendo-se lhe sujeito os anjos, e as autoridades, e as potências”; (1 Pe 3.22). Os principados e as potestades angelicais conheciam o Anjo do Senhor, o Senhor dos Exércitos. Mas nem todos eles tinham o entendimento de que Ele fosse o Seu próprio Senhor. “Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Quem é este Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra. Levantai-vos, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos; ele é o Rei da Glória, (Selá)”; (Sl 24.7-10). Perceba que existe um diálogo! 

    Há uma conversa entre dois anjos no momento em que Jesus  se adentra, quando Ele entra no verdadeiro Santuário Celestial, a morada do Altíssimo, não feito por mãos humanas. O Lugar Santíssimo em que somente o sumo sacerdote entrava uma vez por ano, era uma figura terrena deste Santuário real. No momento em que Jesus apresenta-se diante da presença do trono do Pai, para receber de volta a Sua glória. Neste momento, um anjo faz uma pergunta para outro anjo: “Quem é este Rei da Glória?”. E o outro anjo responde: “O Senhor dos Exércitos", o Nosso Senhor forte e poderoso que Comanda a todos nós, "Ele é o Rei da Glória”.  

Graça & Paz.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.