LOGOS & RHEMA

1 de outubro de 2019

Maná do céu ou novidades da terra?


   “E cessou o maná no dia seguinte, depois que comeram do trigo da terra, do ano antecedente, e os filhos de Israel não tiveram mais maná; porém, no mesmo ano comeram das novidades da terra de Canaã”; (Js 5.12). 

    Qual foi a necessidade, o porque de Deus providenciar esse tipo, essa qualidade de alimento totalmente novo e desconhecido para o povo de Israel? Por que Deus mandou o maná? Por causa da murmuração, o povo estava reclamando, murmurando! O povo estava com saudades do Egito. “E, partindo de Elim, toda a congregação dos filhos de Israel veio ao deserto de Sim, que está entre Elim e Sinai, aos quinze dias do mês segundo, depois que saíram da terra do Egito. E toda a congregação dos filhos de Israel murmurou contra Moisés e contra Arão no deserto. E os filhos de Israel disseram-lhes: Quem dera que nós morrêssemos por mão do Senhor na terra do Egito, quando estávamos sentados junto às panelas de carne, quando comíamos pão até fartar! Porque nos tendes tirado para este deserto, para matardes de fome a toda esta multidão”; (Êx 16. 1-3). 

Como é a aparência de Deus?


      “E logo fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono. E o que estava assentado era, na aparência, semelhante à pedra jaspe e de sardônica; e o arco celeste estava ao redor do trono, e era semelhante à esmeralda”; (Ap 4.2,3). “E, por cima do firmamento, que estava por cima da sua cabeça, havia uma semelhança de trono como de uma safira; e, sobre a semelhança do trono, havia como que a semelhança de um homem, no alto, sobre ele. E vi como a cor de âmbar, como o aspecto do fogo pelo interior dele, desde a semelhança dos seus lombos e daí para cima; e, desde a semelhança  dos seus lombos e daí para baixo, vi como a semelhança de fogo, e um resplendor ao redor dele”; (Ez 1.26,27). 

    Conforme, de acordo com os textos bíblicos citados acima, você pode observar claramente que Deus não tinha uma forma definida e nem uma aparência definida. Deus era uma aparência sem definição. Tanto o profeta Ezequiel como o evangelista João sabiam que se tratava do Pai ser a semelhança do homem que estava assentado sobre o Trono quando inspirados pelo Espírito Santo, eles descreveram a visão do Pai. 

Se Tu És o Filho de Deus?


     “E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto. E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e, naqueles dias, não comeu coisa alguma, e, terminados eles, teve fome. E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deusdize a esta pedra que se transforme (torne; em outras traduções) em pão. E Jesus lhe respondeu, dizendo: Escrito está que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus. E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe, num momento de tempo, todos os reinos do mundo. E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares, tudo será teu. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a ele servirás. Levou-o também a Jerusalém, e pô-lo sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo, porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca de ti, que te guardem e que te sustenham nas mãos, para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra. E Jesus,respondendo, disse-lhe: Dito está: Não tentarás ao Senhor, teu Deus.  E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se dele por algum tempo”; (Lc 4.1-13).