1 de março de 2024

QUAL É A DIFERÊNÇA ENTRE HOMENS E ANJOS?


“E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”; (Gn 2.7). Bíblia de Estudo Pentecostal. 

A formação e a criação do homem (ser humano). Espírito humano + alma vivente + corpo biológico físico = homem. Quando Deus formou ao homem, Ele o formou por completo em relação a sua maturidade física, biológica e espiritual. Adão já foi criado adulto, ele não passou, não teve transição em sua fase infanto-juvenil. Adão foi formado do pó da terra (corpo) e recebeu o sopro de vida (espírito) e se tornou uma (alma) vivente. O 1º homem Adão também recebeu em si, em seu corpo biológico  toda a essência vital, tanto a essência masculina, como a essência feminina. “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”; (Gn 1.27). Bíblia de Estudo Pentecostal. Quando Deus retirou a costela de Adão após um sono profundo. Deus retirou toda a essência feminina que estava dentro do 1º homem Adão para a formação da 1ª mulher. Não que Adão fosse um ser afeminado ou andrógino (hermafrodita), pois a essência é espiritual. “Então, o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar. E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão”; (Gn 2.21,22). Bíblia de Estudo Pentecostal. Embora a 1ª mulher surgisse fisicamente algum tempo após o 1º Adão, ela em essência já estava desde o princípio com Adão, a mulher foi tirada de dentro de Adão, literalmente e precisamente do seu lado, de sua estrutura. Embora a mulher fosse igual ao homem, tendo a mesma autoridade sobre toda a criação, ela lhe era submissa. Uma submissão natural, agradável e harmoniosa dentro da vontade de Deus. Faça uma leitura minuciosa entre: (Gn 2.18 – 3.21). Perceba que Deus se referia a “mulher” em relação a Adão como companheira, adjutora. Em momento algum Deus chamou, se referiu a mulher como “Eva”. “E chamou Adão o nome de sua mulher Eva (Adão é quem deu um nome para a mulher), porquanto ela era a mãe de todos os viventes (a mulher só foi chamada de Eva após o pecado)”; (Gn 3.20). Bíblia de Estudo Pentecostal.

O 1º homem Adão. “Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão, em espírito vivificante”; (1 Co 15.45). Bíblia de Estudo Pentecostal. O 1º homem Adão não era um homem comum como os homens de hoje. Antes do pecado Adão era um ser humano extraordinário, maravilhoso. O 1º homem Adão no Jardim do Éden tinha o Espírito Santo contendendo, relacionando constantemente sobre a sua vida, o Espírito Santo não estava dentro dele, apesar de envolver e cobrir todo o seu ser. Adão recebeu o sopro de vida e não o sopro do Espírito Santo.  Adão precisava confirmar a sua existência para sempre antes que fosse liberado para viver fora do Éden sem ser importunado pelo poder das trevas. Por isso, quando ele foi formado, foi formado mortal, mas com todas as condições de se tornar eterno. Bastava obedecer a Deus, receber o Espírito Santo dentro dele e tornar-se eterno, pronto para sair fora do Éden sem problemas. O ser completo Adão, consistia em espírito, alma e corpo. Seu espírito humano foi capacitado por Deus para operar em dimensões especiais, mas precisava de discernimento (ter o Espírito Santo dentro). Este discernimento somente poderia ser-lhe dado depois que ele passasse pela prova de sua escolha. Tudo dependia disso, sua alma poderia ter sido capacitada de olhos abertos, mas foi criada com olhos fechados até à escolha. Deus poderia ter criado a alma do homem com os olhos abertos. Mas, somente o corpo tinha olhos físicos abertos. Os olhos da alma somente deveriam ser abertos para o homem depois da decisão entre a obediência e a desobediência. Entre as outras árvores, incluindo a Árvore da Vida e a Árvore do Conhecimento do Bem e dom Mal. 

A DIFERÊNÇA ENTRE OS HOMENS E OS ANJOS

“Que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites? Contudo, pouco menor o fizeste do que os anjos e de glória e de honra o coroaste”; (Sl 8.4,5). Bíblia de Estudo Pentecostal. Antes da encarnação de Cristo no Antigo Testamento a ordem era: (1) A Divindade; (2) Os anjos; (3) Os homens. A mudança na posição não é no sentido de superioridade ou inferioridade. A mudança ocorreu por causa do corpo físico e glorificado de Jesus. Depois da encarnação de Cristo no Novo Testamento a ordem agora é: (1) A Divindade; (2) Os homens; (3) Os anjos. “E sonhou: e eis era posta na terra uma escada cujo topo tocava nos céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela”; (Gn 28.12). Bíblia de Estudo Pentecostal. “E disse-lhe: Na verdade, na verdade vos digo que, daqui em diante, vereis o céu aberto e os anjos de Deus subirem e descerem sobre o Filho do Homem”; (Jo 1.51). Bíblia de Estudo Pentecostal. Nenhum anjo eleito de Deus pode mover, tocar qualquer coisa no mundo físico sem a legalidade dada, expressa e autorizada por Deus. O domínio sobre as coisas físicas foi dado aos homens por causa da posse do corpo físico. Quando Deus formou ao homem inferior, menor do que aos anjos, a  razão, o motivo pelo qual Ele criou o homem pequeno (mortal) é porque quando a glória, e a honra vier, o homem for coroado e torna-se eterno igual aos anjos. Eterno como eles no sentido de viver, e não em ser transformado em anjo. Os homens também viverão eternamente como eles. Os anjos possuem corpos espirituais, os homens possuem corpos físicos. “E nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus”; (Ef 2.6). Bíblia de Estudo Pentecostal. “E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que, pela morte, aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo, e livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão. Porque, na verdade, ele não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão”; (Hb 2.14-16). Bíblia de Estudo Pentecostal. Quando Jesus Cristo veio a dimensão dos homens, Ele recebeu um corpo físico, Ele nasceu, morreu e ressuscitou, e tem todo o poder sobre as regiões celestiais com este corpo, por causa deste corpo Ele é o filho do homem. Os anjos de Deus (os espíritos ministradores) vivem no mundo espiritual, mas eles enxergam tanto no mundo espiritual como no mundo físico. Os anjos eleitos saem da dimensão de Deus, da Eternidade, do kairós  para se moverem no tempo físico humano. Em relação aos anjos caídos (outrora eram anjos) por terem sido criados eternos não têm como serem mais redimidos. 

O homem ao ser formado mortal (pouco menor do que os anjos) pode se redimir. O homem quando pecou, foi expulso do Éden (assim não comeu da árvore da vida eterna) pois se ele tivesse comido dela estando em pecado seria eternamente pecador. Deus ao expulsar o homem do Éden mais uma vez demonstrou o seu amor e  a sua misericórdia pelo homem. Os anjos não sabem o que é fé. Por que os anjos não sabem o que é fé? Eles não necessitam de praticar a fé, eles não precisam ter fé! Os anjos  eleitos, já servem diante de Deus, eles já estão com Deus. Os anjos já estão na presença de Deus. Nós estamos presos às condições físicas do nosso corpo humano e também as condições gerais deste mundo. Os anjos não passam por condições humanas, eles não tem corpo físico, não envelhecem, eles não dependem da dimensão dos homens. Portanto os anjos não sabem e não tem nenhuma noção do que é uma doença, sentir fome, sentir dor, perder sangue, necessidades fisiológicas e várias outras necessidades básicas de sobrevivência. Por isso os anjos não precisam de fé, não lhes é necessário a prática da fé, pois eles não têm corpos físicos, e nem precisam de nenhuma necessidade física. Os anjos que servem a Deus já foram aprovados e estão eleitos para estarem na sua presença. Os anjos atuam com base em nossa fé. Os anjos não conhecem a Palavra de Deus da forma que nós conhecemos. Quando uma pessoa ministra a Palavra de Deus, os anjos estão ouvindo, eles prestam atenção e anotam tudo, porque eles sabem que é o Espírito Santo que fala e atua através da vida de quem ministra a Palavra de Deus. Os anjos não podem ter a presença do Espírito Santo. Quando  uma pessoa fala qualquer coisa concernente ao Reino de Deus, ou dá legalidade satânica e diabólica aos sistemas deste mundo. Os espíritos ministradores e os espíritos malignos, anjos e demônios trabalham encima desta legalidade. Eles trabalham mediante as palavras ditas, proferidas e lançadas no mundo espiritual através do mundo físico. Os anjos não entendem como uma pessoa que tem a presença do Espírito Santo dentro dela, e esta pessoa vive reclamando, murmurando, mentindo e praticando o pecado. Eles não necessitam de fé, mas trabalham mediante a nossa fé!

OUTROS ESTUDOS QUE COMPLETAM A ESSE:


              





Atenciosamente.

Rev. Dr. Carlos Andrade, Th.D.